Monte seu negócio com EAD

COMO CRIAR UM NEGÓCIO EAD

Como montar um negócio com aulas
on-line

Como montar a sala de aula

            Antes de tudo tenha duas perguntas em mente: O que quero ensinar através de meus vídeos, e o que o aluno procura? A situação ideal é alcançada quando a resposta a essas duas perguntas é a mesma.

            Foque naquilo que pretende ensinar e seja objetivo ao criar os cursos, sendo que cada aula pode ter uma sala/cenário diferente.

Iluminação

            Sem uma iluminação correta até mesmo a melhor câmera pode gravar imagens ruins, então para evitar desperdício de tempo e energia, certifique-se que seu ambiente esteja devidamente iluminado. Não há necessidade de comprar equipamentos caros, um abajur ou spots com lâmpadas comuns podem dar o efeito desejado. Lembrando que quanto mais luz, mais limpa a imagem será, e quanto menos luz mais granulado ficará. O excesso de luz também pode “estourar” a imagem. Sendo assim, recomendamos colocar a fonte de luz em ambos os lados da câmera, há uma distância razoável para favorecer uma ótima imagem.  Sendo que o ajuste final poderá ser feito aproximando ou afastando a fonte de luz do objeto a ser filmado.

Posicionamento de luzes e interlocutor

            Na figura acima Temos um esquema simples para montar um vídeo aula em uma sala, onde o professor ficar ao centro do cenário, a câmera fica a sua frente à altura de seu rosto para dar enquadramento, dois abajures com lâmpadas frias (fluorescentes brancas de 20 a 24 watts) . A luz principal ficará mais próxima, podendo ser na própria mesa do professor com um ângulo de 45º em relação à câmera, enquanto a luz de preenchimento ficará um pouco mais atrás com um ângulo de 60º graus com a câmera, conforme a figura acima. Esses valores são aproximados, o importante aqui é que o professor fique bem iluminado e sem sombras. Um efeito bem interessante é a luz de fundo. Um abajur com uma luz azul, amarela ou qualquer cor diferente de branca irá ressaltar o contorno do professor em relação ao fundo da imagem. Essa lâmpada pode ser de qualquer potência, o importante aqui é que a fonte de luz (o abajur ou spot) não seja captado pela câmera.

            A luz principal e a luz de preenchimento devem ser suavizadas. Para isso basta colocar uma folha de papel manteiga à frente da sua fonte de iluminação.

Modelo simples de luz

            A fixação do papel manteiga pode ser feito com fita adesiva na própria estrutura do abajur caso o mesmo não tenha de ficar uma hora ou mais ligado direto.

Câmera

            A aquisição da câmera para seus vídeos não precisa contemplar o equipamento de ponta do mercado. Com menos de R$ 2.000,00 é possível comprar um equipamento de ótima qualidade e que dará conta do serviço para você que está começando.

            Uma boa alternativa é comprar equipamento usado, que ainda terá uma vida útil longa e atenderá suas necessidades tanto quanto um novo.

HDSLR

            – São as câmeras que utilizam espelhos para que o visor mostre exatamente a imagem a ser registrada, com a exata quantidade de luz que será capturada. Essa tecnologia veio das câmeras SLR (analógicas), que evoluíram para as DSLR(digitais) e chegaram às HDSLR que usam o mesmo sistema, porém fazem vídeo em HD.  Devido à qualidade HD dessas câmeras e à precisão das imagens, os modelos que iremos sugerir são desse tipo.

Cannon EOS T5 – Essa câmera suporta a troca de lentes, grava em Full HD 30 FPS, tem alta qualidade de imagem com boa iluminação e baixo custo. O que pode incomodar um pouco é que grava apenas 12 minutos contínuos, tem baixa qualidade de imagem se a iluminação não estiver acertada, não possui entrada p2 para microfone externo e o foco automático é lento;

• Cannon EOS T3i – Também é uma câmera de baixo custo pela resolução apresentada. Grava em Full HD 30 FPS, mas precisa de iluminação acertada para explorar o melhor de suas imagens, possibilidade de troca de lentes, display que gira e possui entrada p2 para microfone externo. A desvantagem é gravar apenas 12 minutos contínuos, ser sensível à baixa luminosidade e ter o foco automático lento;

• Cannon EOS T5i – Também é uma câmera de baixo custo pela resolução apresentada. Grava em Full HD 30 FPS, mas precisa de iluminação acertada para explorar o melhor de suas imagens, possibilidade de troca de lentes, display que gira e tela touchscreen, e possui entrada p2 para microfone externo. A desvantagem é a sensibilidade à baixa luminosidade e foco automático lento;

• Cannon 70D – Grava em Full HD 30 FPS, mas precisa de iluminação acertada para explorar o melhor de suas imagens, display gira para visualização, possui entrada P2 para microfone externo, possui comandos na tela touchscreen, o foco automático mais rápido do mercado, possui APP para controle via wifi. O ponto negativo aqui é o preço, perto do dobro das anteriores, não faz imagens tão boas com baixa luminosidade;

• Cannon 6D –  Grava em Full HD 30 FPS inclusive com baixa luminosidade sem granular, tem a possibilidade de trocar de lentes e possui entrada p2 para microfone. A desvantagem é não ter touchscreen, a tela não gira e preço mais alto;

.

.

• GoPro Hero 4 Black edition – Câmera pequena, versátil, pode ser facilmente levada a qualquer lugar, pode fazer imagem até embaixo d’água, possui vários acessórios de suporte e fixação, resolução de 4k ou 1080 com 30 FPS, e valor um pouco maior que as câmeras de entrada e possui controle via APP. Um pouto negativo é não ter como adaptar lentes, seu microfone exige um conector especial e a bateria tem duração média de 30 minutos contínuos;

• Webcam Logitech c920 – Como vantagem tem a alta resolução, Full HD,  baixo custo e fácil fixação em monitores ou tripés. Como desvantagem ela oferece poucas possibilidades de ajuste que é feito através de software próprio.

Convém ressaltar que estes modelos e marcas de câmeras são apenas uma pequena amostra do que existe no mercado, mas que já testamos e/ou temos algum conhecimento. Existem várias marcas boas, com vários modelos bons que dão para começar esse empreendimento. É quase impossível conhecer todas as marcas e modelos. O mais importante aqui é pegar uma câmera Full HD ou maior, com 30 FPS ou mais, e com maior tolerância a baixa luminosidade possível. E se atentar a quantos minutos consecutivos ela poderá gravar.  Cada local o suporte a certa marca ou modelo de equipamento pode ser mais fácil, ou difícil, e cabe a cada um escolher o caminho que melhor se adéque ao seu negócio.

Microfones

            A aquisição de um microfone é muito importante para quem quer fazer vídeo-aulas ou apresentações através de vídeos, pois, um som de qualidade baixa tem um alto poder de desestimular o aluno de continuar a assistir. Um vídeo com áudio contendo ruído, de baixa qualidade, chiando ou falhando, não passa credibilidade a quem está assistindo. Com microfones das câmeras (internos) é muito fácil ocorrer essa categoria de problema, por isso recomendamos que se compre um microfone de qualidade razoável para fazer os seus vídeos. Afinal o seu aluno terá de prestar atenção neles e é mais fácil prestar atenção em um vídeo ruim com áudio bom do que o contrário.

            A primeira dica sobre áudio é, grandes ambientes vazios tendem a ter muito eco, e isso derruba a qualidade de seu áudio. Procure fazer o vídeo em uma sala menor, com vários móveis bem distribuídos. Um local assim vai facilitar não só o ajuste do áudio como também o da luz.

        Recomendamos também a utilização do microfone AudioTechnica ATR3350. Ele possui uma boa qualidade para quem está começando e um preço acessível. Mas da mesma forma que a câmera, existem outras marcas e modelos que podem atender perfeitamente.

como dar aulas online

            Entender o perfil do aluno que busca aula online é muito importante. Estes alunos geralmente têm pouco tempo, estudam em momentos variados e inconstantes do dia. O momento em que estudarão nem sempre estarão descansados ou bem-dispostos, O local de estudo pode ser um ônibus, a mesa do trabalho, o refeitório, ou mesmo a cama logo antes de dormir. Eventualmente este aluno pode não ter muito ambiente para poder parar e estudar. Sendo assim você professor deve observar alguns pontos:

* Compreensão do público-alvo: Perceber quem é seu público e qual a linguagem dele abrirá um caminho até o entendimento por parte do aluno e um melhor resultado de aprendizado para ele. Entendendo os seus alunos e dividindo-os em segmentos, o professor pode adequar cada aula à necessidade específica de seu público-alvo, proporcionando melhor resultado aos alunos e conquistando mais clientes;

* Conteúdo adequado ao ambiente online: Muitas pessoas assistirão às aulas a partir de um celular ou tablet. Então tenha em mente que deverão ser bem visualizados nesse formato de exibição. Entenda também que aulas online devem ser coesa, coerente e leve, evite aulas grandes ou divagações em muitos exemplos. Deixe isso para apostilas ou blogs. Nos vídeos seja mais breve, mas sem perder o conteúdo;

* Atualização de conteúdo: Entenda que a internet tem tudo a mão e é muito fácil verificar online se um conteúdo tem erros ou está desatualizado. Sendo assim esteja atento ao seu conteúdo e se mantenha atualizado com fontes confiáveis;

* Interação: A interação com o aluno tem um peso enorme para mantê-lo contigo. Abrir canais de perguntas e respostas, fóruns, área de downloads e até mesmo incentivar a interação entre alunos o fará se sentir mais próximo e mais à vontade para consumir mais de seus produtos ou mesmo consumir por um período maior;

* Monetização: Ter uma regra de negócio bem definida faz toda a diferença. Um curso precisa estar bem definido se será seriado (alunas interligadas cuja ordem importa) ou se será feito por várias aulas isoladas e independentes. Então antes de criar a aula tenha em mente qual será sua regra de negócio e crie a aula visando isso. Uma dica é ter o curso todo criado antes de colocá-lo a venda.

Comece com quem já está há mais de uma década no mercado. Conheça nossos planos

Venha conhecer a Estado Virtual Soluções Corporativas.

Entre em Contato